Quarta, 12 de Agosto de 2020
63 9 8473 3732
Geral Incêndio Florestal

Denunciado por causar incêndio florestal vai parar na Delegacia, por crime ambiental em Paraíso do Tocantins

Bombeiros militares estavam no combate ao incêndio florestal que destruiu mais de 50 mil metros quadrados de vegetação

17/07/2020 12h24
127
Por: Redacão Fonte: Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins
Fogo destruiu área de mais de 50 mil metros quadrados em Paraíso do Tocantins
Fogo destruiu área de mais de 50 mil metros quadrados em Paraíso do Tocantins

Na última terça-feira, 14, um homem de 43 anos foi denunciado por crime ambiental após atear fogo à vegetação, na beira da estrada de acesso à cidade de Monte Santo, logo após o depósito da Energisa, em Paraíso do Tocantins. A ação de Márcio Rodrigues Cavalcante, que assumiu a autoria do caso, resultou em mais de 50 mil metros quadrados de área destruída pelas chamas.

Dois bombeiros militares e outros quatro brigadistas municipais atuaram no combate, controlando e apagando o fogo, que poderia ter atingido uma proporção ainda maior. As equipes utilizaram um caminhão de combate a incêndio, abafadores e bombas costais.

Outra pessoa que ajudou a combater o incêndio disse ter visto quem ateou o fogo na vegetação e se colocou à disposição para denunciá-lo.

Tanto a testemunha quanto o acusado foram levados à Central de Atendimento da Polícia Civil, da cidade de Paraíso, onde o Boletim de Ocorrências foi lavrado, relatando Márcio Rodrigues Cavalcante como autor do crime, com base no artigo 41, das Leis dos Crimes Contra o Meio Ambiente em que versa sobre quem provocar incêndio em mata ou floresta, a pena é de reclusão, de dois a quatro anos, e multa. Tudo vai ser apurado.

Peritos estiveram no local destruído. O autor do crime permaneceu detido.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.