Sábado, 31 de Outubro de 2020 06:32
63 9 8473 3732
Geral Solidariedade

Projeto Arthur, transformando dor em amor

Com mais de 100 voluntários, o projeto já ajudou centenas de pessoas.

30/09/2020 12h16 Atualizada há 1 mês
320
Por: Redacão Fonte: Por Alice Batista
Projeto Arthur, transformando dor em amor

 

Era outubro de 2015. Aline Roberta Teixeira tinha acabado de descobrir que seu filho Arthur, de apenas quatro anos, estava com um câncer no cérebro. Em busca de tratamento, ele passou onze dias internado no Hospital Materno Infantil de Gurupi, cidade do interior do Tocantins e sete dias na Capital Brasília.

 

Durante esses dias, Arthur ganhou muitos brinquedos, e cada vez que um voluntário entrava no quarto para fazer doações, ele dizia para a mãe que ficava bom, que a dor de cabeça passava. 

 

Infelizmente, o pequeno Arthur não resistiu, ele faleceu no dia 21 de outubro de 2015. Olhando aqueles sacos de brinquedos, a mãe pensou “vou pegar esses sacos e doar para as crianças do Hospital Materno Infantil, assim vou ver o sorriso do meu Arthur novamente”. Assim nasceu o Projeto Arthur. "Foi uma forma que encontrei de transformar a minha dor em amor, e isso que me dá forças", diz Aline.  

 

Inicialmente, a ideia era apenas doar brinquedos às crianças do Hospital Materno Infantil de Gurupi, no dia 12 de outubro. Mas o projeto se expandiu, vendo a boa vontade da Aline em ajudar ao próximo, as pessoas começaram a doar roupas, calçados e alimentos. Hoje o projeto ajuda várias pessoas em situação de vulnerabilidade. 

 

Além de Gurupi, ele é realizado nas cidades de Cariri, Aliança e Oliveira de Fátima, todas do Tocantins. Segundo a idealizadora do projeto, Aline Teixeira, qualquer necessidade que a pessoa tenha, a equipe busca ajudar. 

 

“Deus tem nos usado no sentido de nos levar na casa das pessoas que tem necessidade, de nos trazer a porta de pessoas que estão com problemas, que a gente pode estar estendendo a mão. É claro que não depende de nós todas essas vidas, mas na medida do possível a gente tem feito pelo menos alguma coisa, tem levado esperança, alegria e amor de Deus na vida delas. O projeto Arthur pode ser pequeno, uma formiguinha, mas trabalhando juntos tenho certeza que podemos alcançar muitas vidas e muitas vidas podem ser salvas de uma maneira singular”, comenta Fernanda Caetano, voluntária desde 2016. 

 

“Nossa, eu não tenho nem palavras, sabe? Pra [sic] falar o quanto foi maravilhoso, foi bom ela ter me ajudado, porque eu tava passando por dificuldade né, e assim, eu já conhecia ela (Aline), a gente já estudava juntas há tempos, e ela me ajudou com roupas, com alimentos e cesta básica. Sou muito grata a todos pelo trabalho e dedicação que tem pelas pessoas... só tenho a agradecer toda a equipe do Projeto Arthur”, relata Elisângela de Souza Chaves, que já recebeu ajuda do projeto. 

 

Dia das crianças 

 

Neste 12 de outubro que se aproxima, o projeto completa cinco anos. Devido a pandemia, as crianças e famílias ajudadas não poderão receber aquele abraço cheio de afeto que recebiam dos voluntários, mas as ações ainda serão realizadas, mesmo que de uma forma diferente. 

 

Será reunida uma turma de mais ou menos oito pessoas, que tomando todos os devidos cuidados (álcool e máscaras), irão cantar e fazer orações em frente ao hospital materno. Os brinquedos esterilizados serão entregues para a direção do hospital e depois distribuídos para as crianças. 

 

 

Nos setores carentes de Gurupi, além dos brinquedos, cestas básicas e roupas (todos higienizados), será entregue um kit lanche para as crianças, com bolacha, refrigerante e pipoca, de casa em casa, para evitar aglomerações. 

 

Com mais de 100 voluntários, este projeto já ajudou centenas de pessoas e você pode fazer parte disso. Doe um brinquedo, um alimento, roupa, um objeto... Não importa a forma, mas sim a sua ajuda. Entre em contato com o número (63) 98445-8578 ou pelo Instagram @projeto.arthur e seja um voluntário! 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (01/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Segunda (02/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio