Terça, 20 de Outubro de 2020 03:07
63 9 8473 3732
Estado Tocantins

Tocantins 32 anos: Do esquecimento à realização de um sonho, Estado segue percorrendo o caminho do desenvolvimento

Indicadores mostram o potencial do Estado para diversas oportunidades de negócios.

05/10/2020 09h38 Atualizada há 2 semanas
157
Por: Redacão
Tocantins 32 anos: Do esquecimento à realização de um sonho, Estado segue percorrendo o caminho do desenvolvimento

 

Há 32 anos, exatamente no dia 5 de outubro de 1988, o sonho da população do então Norte Goiano se consolidava. A partir do artigo 13º do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição, estava criado o Estado do Tocantins, o que representava o fim de uma luta histórica e o começo da realização de sonhos coletivos e individuais.

 

Além da emancipação política e econômica; infraestrutura, saúde, educação, emprego, renda, desenvolvimento de áreas como a agricultura, pecuária e o turismo; tudo era objeto de desejo dessa gente que, ao longo desses anos, recebeu, de braços abertos, brasileiros e estrangeiros vindos de toda a parte, dispostos a contribuir para essas conquistas.

 

Estado criado, era preciso escolher os representantes legais do povo. Para isso, as primeiras eleições foram realizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, ainda em 1988, na qual definiu-se quem seriam os eleitos para os cargos de governador, senadores, deputados federais e estaduais. José Wilson Siqueira Campos foi eleito governador, e a cidade de Miracema do Tocantins, escolhida como capital provisória do mais novo estado da federação. 

 

Em 1º de janeiro de 1989, o estado do Tocantins foi oficialmente instalado, com seus representantes eleitos, devidamente empossados. No ato de posse, o governador Siqueira Campos assinou decretos que viabilizaram o funcionamento dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, oportunizando assim, o funcionamento legal, político e social do novo estado.

 

Em 20 de maio do mesmo ano, Palmas foi criada para ser a capital definitiva do Estado e palco das grandes decisões políticas e administrativas. Em 5 de outubro daquele ano, foi promulgada a primeira Constituição do Estado, nos moldes da Constituição Federal. O Tocantins tinha até então, 79 municípios, e neste dia, mais 44 foram criados; hoje, o Estado é composto por 139 municípios.

 

Desenvolvimento Econômico

 

O último levantamento do IBGE apontou que o Produto Interno Bruto do Tocantins (PIB) de 2017 atingiu o valor de R$ 34,10 bilhões e teve crescimento em volume de 3,1%, em relação ao ano anterior. Em valores correntes, o resultado alcançado em 2017 representou um incremento de R$ 2,5 bilhões à economia tocantinense em relação a 2016, em que o PIB foi R$ 31,6 bilhões. O estado manteve participação de 0,5% no PIB nacional e 24ª posição entre os entes federativos. O PIB per capita de 2017, por sua vez, foi R$ 21.998,34, contra R$ 20.605,59 em 2016.

 

Ainda conforme o relatório, até julho de 2019, o Tocantins contava com 11.634 empresas ativas. Desse total, 63,4% correspondem a microempresas; 21% microempreendedores individuais; 10% empresas de pequeno porte; 4,2% empresas de médio porte; e 1,3% empresas de grande porte.

 

Os dez municípios que concentram o maior número de empregos formais na indústria são: Palmas (38,3%), Araguaína (19,9%), Paraíso do Tocantins (9,1%), Gurupi (6,9%), Pedro Afonso (3,2%), Aguiarnópolis (2,3%), Porto Nacional (2,2%), Alvorada (1,7%) , Nova Olinda (1,6%) e Colinas do Tocantins (1%).

 

Potencial agropecuário

 

 

O potencial do Tocantins para o agronegócio desde sempre atraiu produtores e investidores para o Estado. No carro-chefe da produção estão soja, milho, arroz, bovinos, aves, peixes, uma diversidade de hortifrutis, frutos do cerrado, entre outros. Além disso, o Tocantins é celeiro da agricultura familiar desenvolvida por cerca de aproximadamente 42 mil famílias que contribuem com 40% do valor bruto da produção agropecuária.

 

Em reais, o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) estimado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para o Tocantins em 2020 é de R$ 11,3 bilhões, o que representa um crescimento de mais de 26% em relação ao VBP 2019 que foi de R$ 8,9 bilhões. Do total de R$ 11,3 bilhões, a produção nas lavouras contribui com R$ 7,4 bilhões e a pecuária com R$ 3,9 bilhões.

 

Infraestrutura que integra

 

 

Em termos de infraestrutura, quem conheceu o então Norte Goiano sabe bem o quanto a região evoluiu. Em 1º de janeiro de 1989, o Tocantins herdou do estado de Goiás apenas 228 km de rodovias pavimentadas. Atualmente, além das estradas municipais, são 1.372 km de rodovias federais e um total de 13 mil km de rodovias estaduais, sendo 6 mil km pavimentados e 7 mil ainda não pavimentados.

 

Turismo e belezas naturais

 

 

As belezas naturais do Tocantins chamam à atenção de turistas do Brasil e de várias partes do mundo. O destaque vai para o Jalapão, terra do capim dourado, matéria-prima para jóias, adereços e objetos diversos que já conquistou o mercado fora do Estado. Mas a região ainda oferece cenários ideais para o ecoturismo e o turismo de aventura com suas dunas, serras, cachoeiras e corredeiras.

 

Na região Oeste, o Tocantins presenteia turistas e visitantes com praias, rios, florestas e a rica biodiversidade na região do cantão. 

 

Projetando o futuro

 

O governador Mauro Carlesse é grato ao povo tocantinense e assegura que novos projetos estão por vir. “São 32 anos de muitas conquistas, alguns dissabores é verdade. Mas é importante que o povo tocantinense saiba que estamos num cenário promissor, vamos colocar em prática muitos projetos. Estamos em busca de novas parcerias públicas e com a iniciativa privada, pois sozinho, o Estado não dá conta de gerar o desenvolvimento que a população anseia. O nosso potencial é enorme, e tenho certeza que, em breve, teremos mais oportunidades de negócios e de trabalho para o cidadão, e consequentemente, mais qualidade de vida. Para que nenhum tocantinense pense em ir embora, em busca de dias melhores, porque aqui ele vai vislumbrar a terra ideal para realizar seus sonhos”, assegura.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (21/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quinta (22/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio