Quinta, 28 de Janeiro de 2021 06:37
63 9 8473 3732
Geral Reencontro

Em Gurupi, assistente social proporciona encontro virtual de duas irmãs após 40 anos sem contato

Essa é a história de Ilenir e Suely Cunha, duas irmãs que estavam há 40 anos sem se falar.

16/12/2020 19h27 Atualizada há 1 mês
1.925
Por: Redacão Fonte: Por Alice Batista
Da esquerda para a direita, Ilenir e Suely Cunha, embaixo Elvira Alessandra, assistente social
Da esquerda para a direita, Ilenir e Suely Cunha, embaixo Elvira Alessandra, assistente social

Tudo começou em 1979, quando a mãe das duas irmãs faleceu no Paraná e o pai separou os filhos quando foi embora para Vila Rica, no estado do Mato Grosso. Na época Suely tinha apenas 13 anos e Ilenir já era casada.

 

Em 1984 Suely saiu de casa, pois o pai se casou novamente. “Eu saí de casa porque eu não aguentei, pois meu pai casou com outra mulher e ela era muito ruim pra gente”, revela. Ela veio em destino à Paraíso do Tocantins e depois de alguns dias foi para Porto Nacional, onde trabalhou por um tempo até resolver morar em Gurupi, cidade que habita até hoje.  

 

Ela conta que depois disso nunca mais viu os irmãos, chegou a divulgar em uma rádio do Pará que estava procurando por eles, mas não encontrou.  Ilenir morava no Mato Grosso e por lá ela também tentava localizar a irmã. Teve a ajuda da vizinha dela, Helena Jonk, que divulgou nas redes sociais, foi onde começou a ter pistas do paradeiro da irmã. 

 

A vizinha pesquisou no Google o número da prefeitura de Gurupi para tentar mais informações. “Eu consegui o contato, liguei e me direcionaram para a assistência social, foi quando consegui falar por meio da WhatsApp, com a Assistente Social, Elvira Alessandra Rodrigues, funcionária do Centro de Referência Especializado de Assistência Social de Gurupi (CREAS), explica.    

 

Depois de saber do ocorrido, a Assistente Social começou os trabalhos de investigação. Como os dados estavam atualizados, ela não teve muita dificuldade. Depois de ter o contato das duas irmãs, Elvira Alessandra, realizou uma chamada de vídeo com as duas.   “Eu fiz as buscas e consegui localizar pelo cadastro estar atualizado, como é importante os cadastros estarem atualizados né?”, comenta Elvira Alessandra Rodrigues. “Pensa na emoção.  Será que vão ter um natal feliz? O encontro online das duas o foi impactante.  Olha que bacana, adoro o que eu faço”, diz Elvira Alessandra. 

 

 Hoje nós conversamos pelo WhatsApp, mandamos fotos e tudo. Tem sido uma benção, graças a Deus.  hoje eu já conversei com 4 irmãos, mas ainda falta mais. Deus é maravilhoso, tenho certeza que vamos entrar em contato antes do Natal, a gente vai conseguir conversar com as outras [...] Hoje foi o dia mais emocionante da minha vida [...]”, comenta Suely, emocionada.   A felicidade das duas foi tão grande que choraram durante a chamada de vídeo, elas agradeceram muito à Deus por esse presente. O ano de 2020 foi muito difícil, histórias como essa traz à tona o sentimento de esperança para o novo ano que se inicia. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (29/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sábado (30/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio