Domingo, 20 de Junho de 2021 21:58
63 9 8473 3732
Saúde Saúde mental

Procura por psicoterapia on-line deve se manter mesmo após pandemia, diz psicóloga Raquel Brito

Em Gurupi, atendimento remoto foi ampliado durante isolamento social. 40% dos pacientes  da psicóloga Raquel Brito passaram a optar pelo atendimento a distância

09/06/2021 13h54
128
Por: Redacão Fonte: Instituto Comunique
Procura por psicoterapia on-line deve se manter mesmo após pandemia, diz psicóloga Raquel Brito

Desde o início da pandemia e consequente isolamento social, a população precisou se reinventar em inúmeros segmentos, e na área da saúde mental não foi diferente. Atendimentos presenciais passaram a ser realizados de forma remota, e o que antes era visto com um certo receio pelos pacientes, passou a ser uma alternativa viável mesmo após a liberação das consultas presenciais, como é o caso da psicoterapia on-line. De acordo com a psicóloga Raquel Brito, a procura por atendimento remoto deve permanecer mesmo quando a pandemia passar.

 

“Ainda temos uma quantidade significativa de pacientes que preferem manter a psicoterapia na modalidade on-line, por isso acredito que essa forma de atendimento irá permanecer mesmo após o período da pandemia”, afirma Raquel que atua na Clínica Univita em Gurupi, no Sul do Estado do Tocantins. Segundo a psicóloga, que atende pessoas de outros estados e até de outros países, 40% dos pacientes optam pela opção remota, atualmente. A profissional detalha ainda que este número inclui também pessoas que moram no município onde ela atende presencialmente, cerca de 10%.

 

“Estes pacientes optaram por permanecer com a terapia on-line por questão de segurança em relação a pandemia e maior conforto em não precisar sair de casa”, explica.

 

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) inclui a realização de psicoterapia on-line desde 2018, mas antes do momento pandêmico era uma medida auxiliar e com pouca adesão.

 

“Com a pandemia várias pessoas começaram a apresentar sofrimentos significativos, pois foram afetadas em pelo menos uma área da vida, e com isso foi se desmistificando alguns tabus acerca da psicoterapia. Então da mesma forma que a busca por terapia aumentou durante esse cenário, os atendimentos a distância também aumentaram”, frisa a psicóloga.

 

A profissional explica que no início, alguns pacientes tiveram receio em aceitar a terapia on-line pois acreditavam que poderia afetar a qualidade do atendimento, mas conforme foram vivenciando, se adaptaram. Raquel ainda ressalta que a forma de conduzir é a mesma das consultas presenciais e detalha que para os profissionais da psicologia a psicoterapia on-line tem sido uma experiência muito rica.

 

“É uma forma de alcançar e levar a saúde mental para um número maior de pessoas em todo o mundo. Trabalhar durante a pandemia através do universo on-line tem sido  gratificante, principalmente, neste momento que vem afetando diretamente a saúde mental das pessoas em diversos aspectos”, reforça.

 

Atendimento psicológico

A psicóloga Raquel Brito explica que da mesma forma que a pessoa deve procurar um cardiologista quando apresentar problemas cardíacos, ou um dermatologista quando apresentar irritações na pele, um psicólogo deve ser procurado quando identificado algum sofrimento significativo ligado a questões emocionais. “A pessoa deve procurar um psicólogo quando identificar alterações em seu estado de humor ou conflitos que estejam refletindo em outras áreas da vida e consequentemente trazendo algum tipo de prejuízo que afete a qualidade de vida e saúde mental”, destaca.

 

Neste cenário atípico que o mundo vivencia é importante chamar a atenção para a saúde mental e a psicóloga destaca alguns cuidados necessários neste momento.

“Para preservar a saúde mental em meio a este cenário de pandemia é importante buscar informações em fontes confiáveis e ter cuidado com o excesso de informações. Também é importante equilibrar alimentação saudável e prática de atividades físicas, que podem ser adaptadas para fazer em casa”.

 

A profissional também reforça a importância de manter o vínculo com familiares e amigos mesmo que de forma on-line, já que a convivência está limitada. “Para vivenciar esse período pandêmico, quanto mais saúde mental tivermos, mais resiliência teremos para enfrentar esse cenário”, ressalta.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (21/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Terça (22/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Anúncio