Terça, 30 de Novembro de 2021
°

-

Saúde Saúde do Homem

Novembro Azul: mês alerta para importância do cuidado com a saúde do homem

Um webnário será realizado no dia 11 de novembro para chamar atenção sobre o tema.

01/11/2021 às 10h46
Por: Redacão Fonte: Mariana Ferreira/Governo do Tocantins
Compartilhe:
Novembro Azul: mês alerta para importância do cuidado com a saúde do homem

Novembro é o mês dedicado ao alerta para a importância do cuidado com a saúde do homem, especialmente a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. No Tocantins, a Secretaria de Estado da Saúde (SES/TO), por meio da Superintendência de Políticas de Atenção à Saúde, promoverá ações visando facilitar e ampliar o acesso e o acolhimento com qualidade da população masculina aos serviços de assistência integral do Sistema Único de Saúde. Além disso, outra ação, por meio de plataforma digital, está prevista para ocorrer no dia 11 de novembro, onde tratará sobre assuntos pertinentes à saúde do homem.

“As ações de conscientização e envolvimento dos homens quanto à sua saúde, serão reforçadas junto à população masculina, como a importância do autocuidado, da promoção e educação para a saúde, da prevenção dos cânceres masculinos e dos agravos e doenças crônicas que prevalecem nos homens. Inclusão é direito, humanização e qualidade é nossa obrigação”, explicou o gestor em saúde da área técnica de Saúde do Homem da SES, Tárley Abdalla.

Para a diretora de Atenção Primária da SES, Laudecy Alves, o “Novembro Azul é uma campanha de extrema importância, entretanto orientamos que as ações de promoção da saúde e prevenção de doenças e agravos devem ser contínuas e mantidas pelas equipes de saúde da família durante todo ano. É fundamental o estímulo e apoio da família para que os homens busquem orientação junto aos profissionais de saúde, visando o autocuidado e a corresponsabilização da saúde”.

Dados no Tocantins

Dados do Painel Oncologia Brasil apontam que, em 2020 no Tocantins, 112 diagnósticos de câncer em homens foram registrados, sendo 13 casos de câncer de boca, quatro casos de câncer de pênis e 112 diagnósticos de câncer de próstata. Já sobre óbitos, o Estado registrou 126 mortes em 2020, sendo 13 ocasionadas pelo câncer de boca, cinco por câncer de pênis e 108 por câncer de próstata.

Diagnóstico precoce

O diagnóstico precoce é a única forma de garantir a cura do câncer de próstata. Por isso, o Ministério da Saúde (MS) recomenda que, todos os homens, a partir dos 45 anos, com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, procurem um médico urologista para realizar exames que possibilitam avaliar alterações. Vale lembrar que, na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.