Segunda, 24 de Janeiro de 2022
°

-

Geral Governo Carlesse

Carlesse colocou contas do Estado no azul e viabilizou obras, ações e benefícios, afirma Sandro Armando

Nesta sexta-feira, 10, completam-se 50 dias do afastamento do governador pelo Superior Tribunal de Justiça. Carlesse aguarda a análise de seu pedido de reconsideração pelo ministro Mauro Campbell.

10/12/2021 às 11h02
Por: Redacão Fonte: Redação
Compartilhe:
Carlesse colocou contas do Estado no azul e viabilizou obras, ações e benefícios, afirma Sandro Armando

“Se não fosse a coragem, a liderança, visão estratégica e capacidade de gestão do governador Carlesse, o Estado Tocantins não teria esses números positivos nas contas públicas, na retomada dos investimentos, na geração de empregos e no pagamento dos servidores”, com essas palavras o ex-secretário da Fazenda no governo Mauro Carlesse, Sandro Henrique Armando, fez um breve resumo dos resultados positivos da gestão Mauro Carlesse.

Nesta sexta-feira, 10, completam-se 50 dias do afastamento do governador pelo Superior Tribunal de Justiça. Carlesse aguarda a análise de seu pedido de reconsideração pelo ministro Mauro Campbell.

Sandro Armando destacou que o Tocantins, na gestão Carlesse, foi exemplo de gestão para os demais Estados do País, pois logo no início do mandato (2019), o Governador determinou que as medidas administrativas necessárias para que o Estado fosse reenquadrado na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) fossem implementadas, visando recuperar as contas públicas e a capacidade de investimento do Estado. “Para construir grandes obras como a ponte de Porto Nacional, o Hospital Geral de Araguaína, a recuperação de quase mil quilômetros de rodovias, a construção dessas novas rodovias que começaram em Gurupi, Lagoa da Confusão, no Jalapão. Pra tudo isso tem que ter crédito, credibilidade e dinheiro no caixa. Por isso, todas essas medidas foram adotadas. Primeiro enquadramos o Estado na LRF, reduzíamos despesas, melhoramos a arrecadação. E olha que ainda enfrentamos uma pandemia criando mais de 500 leitos. E agora, chegou o momento de ver que isso deu resultado”, analisou Sandro Henrique.

 

Curso de Medicina

Dentre outras conquistas da gestão Carlesse, Sandro Henrique destacou a ampliação da Unitins, com a implantação do novo campus em Paraíso e, principalmente, o curso de Medicina em Augustinópolis. “Foram quase três anos de trabalho pra esse curso virar realidade, foi um trabalho em conjunto liderado pelo governador Carlesse. As aulas começaram em setembro. O Bico do Papagaio tem um curso de medicina gratuito e de qualidade que já está mudando a realidade socioeconômica da região”, afirmou.

O ex-secretário relembrou que foi necessário um trabalho árduo dos técnicos do Estado para recuperar financiamentos praticamente perdidos, como do Banco Mundial. “Com esses recursos foi possível reconstruir as rodovias da região sudeste, Porto-Brejinho, Porto-Monte do Carmo, Palmas-Paraíso, Brejinho- Aliança. Além muitos outros investimentos em escolas e no próprio melhoramento dos sistemas de gestão”, avaliou.

Sandro Armando frisou que resultados em gestão pública não aparecem do dia pra noite. “Não existem soluções fáceis e nem mágicas. Pra ter resultado tem que ter atitude, planejamento e organização. O Tocantins hoje está no azul com as contas públicas porque o governador Carlesse implementou tudo isso. A população é testemunha desses avanços, da retomada do pagamento em dia dos servidores, e agora nos últimos meses pagamos até adiantado. O programa de cestas básicas só possível porque o Estado tinha recurso em caixa. O Tocando em Frente, destinando R$ 3 milhões para cada município em obras que geram empregos e melhoram a vida das pessoas. Aliás, na gestão Carlesse zeramos débitos com municípios e o repasse de recursos era semanal. Além de parceria para melhoria no transporte escolar, a entrega de máquinas, tratores. Carlesse deixou toneladas de sementes de milho, feijão e arroz compradas para a agricultura familiar. O Tocantins avançou muito nesses três anos”, relatou.

 

Educação

Sandro Armando disse que além dos investimentos em Saúde e infraestrutura, a Educação foi uma das áreas que o governador Carlesse tratou como prioridade. “Carlesse retomou as obras de todas as Escolas de Tempo Integral que estavam paradas há quase 10 anos. Entregou a escola do Maracanã, em Araguaína. Deixou outras escolas prontas ou em fase final. As ETIs de Palmas e Paraíso estão praticamente prontas. Foram mais de R$ 70 milhões investidos para melhorar a estrutura das nossas escolas e as condições de ensino dos alunos.  Não se faz uma escola em 30 dias, tem todo um trabalho”, comparou.

 

Henrique Armando ainda elencou as escolas oncluídas ou em construção retomadas ou iniciadas na gestão Carlesse e seus prazos de entrega: Sales Marins - Miranorte (concluída /entregue novembro 2021); ETI II Palmas - dezembro 2021; ETI Paraíso – dezembro 2021; ETI Pedro Afonso  - fevereiro 2022; ETI Araguatins - fevereiro 2022; ETI Nova Araguaína - maio 2022; Getulio Vargas - Ananás - novembro 2021; Lacerdino - Colinas- novembro 2021; Anaides Brito Miranda - Guaraí – novembro 2021; Novo Alegre – fevereiro 2022; Alvorada - Ana Maria de Jesus - dezembro 2021; Fátima - Conceição de Brito – dezembro 2021.

 

Resultado

 

O ex-secretário finalizou dizendo que todos esses resultados são fruto de um conjunto de ações com a liderança do governador Carlesse, mas com muitos protagonistas. “E isso é só uma parte do que foi construído em conjunto nesse período. O governador Carlesse coordenou os trabalhos, mas foi fundamental a dedicação dos secretários, dos servidores públicos que foram incansáveis e muito empenhados, dos deputados estaduais, que aprovaram matérias importantes para dar suporte a todo esse trabalho. Então, esse momento positivo nas contas públicas que o Tocantins está vivendo é fruto dessa união,” encerrou.

--

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.