Quinta, 26 de Maio de 2022
Polícia Preso por estupro

Em Figueirópolis homem investigado por estupro e vários outros crimes foi preso pela polícia civil

Segunda a polícia, trata-se de um indivíduo de alta periculosidade

06/04/2022 às 11h13
Por: Redacão Fonte: SSP/TO
Compartilhe:
Em Figueirópolis homem investigado por estupro e vários outros crimes foi preso pela polícia civil

Um homem de 25 anos, suspeito de praticar uma série de crimes na cidade de Figueirópolis, foi preso pela Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), na manhã desta terça-feira, dia 5. A ação que resultou na captura do indivíduo ocorreu mediante cumprimento a mandado de prisão e foi realizada por policiais civis da 90ª Delegacia, e teve a coordenação do delegado-chefe da unidade, Bruno Boaventura. 

De acordo com o delegado, a ação, que teve o apoio da 3ª Divisão de Combate ao Crime Organizado de Gurupi (8ª DEIC), foi deflagrada depois que investigações realizadas pela 90ª DP, apontaram o envolvimento do homem em uma série de crimes, sobretudo, contra o patrimônio, na cidade. “Com base nas informações levantadas, representamos, junto ao Poder Judiciário pela prisão do autor, que, após manifestação favorável do Ministério Público da Comarca expediu o mandado o qual foi cumprido com o auxílio da DEIC”, disse o delegado. 

Atualmente, o autor responde a vários procedimentos policiais por diversos crimes, como o furto de armas de fogo, ameaça, dano e, recentemente, estupro de uma menor. Após ser conduzido até a sede da 90ª DP e passar pelos procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória em Gurupi, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário, aguardando o encerramento dos inquéritos contra ele instaurados. 

Na avaliação do delegado Bruno Boaventura, a prisão do investigado é de extrema importância e traz mais paz e tranquilidade para a comunidade de Figueirópolis. “Trata-se de um indivíduo de alta periculosidade e que já é investigado e diversos procedimentos instaurados na Delegacia pela prática de crimes graves, incluindo estupro de uma adolescente”, ressalta o delegado.

Edição: Geórgia Milhomem

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.