Orientação

Psicóloga orienta sobre cuidados com crianças e jovens durante pandemia

Essa tensão diante de tantos fatos pode acarretar diversos sintomas psicológicos como ansiedade , medo e pânico

20/03/2020 11h09Atualizado há 2 semanas
Por: Redacão
Fonte: Por: Andryzia Quixabeira/Jornalista
1.285

Toda essa situação causada pelas incertezas diante da pandemia do novo Coronavirus (Covid-19) podem deixar as pessoas em pânico . A psicóloga Kennya Teixeira em entrevista para o portal Tonoticia , deu orientações sobre como identificar sinais de ansiedade e medo nas crianças e jovens causadas pelo excesso de informações .

Essa tensão diante de tantos fatos  pode acarretar diversos sintomas psicológicos como ansiedade , medo e pânico , que se manifestam em forma de nervosismo, agitação , dificuldade de executar tarefas entre outros.  Então quais os procedimentos adequados? A  psicóloga Kennya Teixeira, falou ao portal sobre os cuidados que devem  ser adotados  para evitar  o  pânico .

“Diante do quadro atual que estamos vivenciando é comum que as crianças fiquem ansiosas e algumas delas acabam sendo submetidas a situações de estresse psicológicos que podem desencadear pânico. Dessa forma torna-se importante o auxilio dos pais na comunicação com seus pequenos sendo esse diálogo de forma clara e real ", explica Kennya Teixeira .

Técnica de respiração

A psicóloga ainda ressaltou sobre o uso de uma técnica de respiração diafragmática que pode acalmar a criança em momentos de raiva , fazê-la relaxar até cair no sono e  desacelerar após momentos de agitação . "Peça para a criança sentar de forma confortável  em uma cadeira  ou na cama. Oriente ela para respirar fundo e soltar  lentamente pela boca. É importante que a criança repita esse exercício cinco  vezes seguida.  Isso vai deixar ela calma", ressaltou a profissional.

Evitar compartilhar informações desnecessária

 

 “Nesse momento, evite compartilhar com seu filho  informações desnecessárias, principalmente do whatsApp.  Procure assistir noticiários apenas uma vez ao dia . Ao transmitir para seu filho procure filtrar aquilo que é realmente  importante para ele saber a cerca de prevenção",  conclui a psicóloga.

Ao buscar informações  procure fontes confiáveis pois elas nos trazem segurança , mas  em grande quantidade acaba nos confundindo e aumentando a ansiedade  sendo  terrível em tempos de vulnerabilidade. Lembrando que ser vulnerável não anula seus recursos para proteger os pequenos .

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
ASSEMBLEIA 300X600
BANNER ALETO MULHERES
Municípios
Coronavirus
Últimas notícias
Santo António - Prev
Mais lidas
BANNER CUIDAMOS DO SEU FILHO
Anúncio